Wednesday, June 21, 2006

"e recordar é viver..."


foto e palavras com dois anitos já...

Liberdade é andar por caminhos desconhecidos
sem ter medo de por isso ser julgado,
Liberdade é cheirar a terra molhada,
É pisar a areia num dia de inverno,
É gritar que sou livre...
Liberdade é estar onde estou,
É escrever neste pedaço de papel,
Sem que por isso possa ser censurada.
É olhar-te nos olhos e dizer que te amo,
Sem que me possas condenar pois,
Sou livre.
Digo o que penso
Escrevo o que digo,
vivo desta liberdade que me faz voar em pensamentos e sonhos...
Sonhos que posso realizar porque sou livre,
Vivo porque sou livre
Só a liberdade me traz esta vontade de estar onde estou,
de escrever o que escrevo,
de viver como vivo...

Tuesday, June 20, 2006

sou apenas um perfil...


a minha alma é apenas um lado
se me vejo sinto-me apenas mais um perfil...
sou aquilo que não é suposto
apesar de viver aquilo que o é...
é díficil olhar de frente,
já me esqueci de como é...
tenho vivido no escuro mesmo tendo medo dele,
tenho vivido no limite mesmo sendo a mais medricas,
tenho apenas olhado de lado...por medo, por medo de me ver,
de me verem.
porquê?
não era mais facil assumir-me assim como sou?
assumir-me um erro,
assumir-me algo não planeado,
assumir-me apenas um resto de algo bom,
assumir-me um rascunho,
assumir-me um facasso...
assumir-me, simplesmente assumir-me!
mas depois chegas tu...
mostras-me o caminho,
fazes-me sentir bem...
e tu também...
vocês...se não fossem vocês...
são vocês que me fazem andar, que me fazem sorrir,
que me fazem ser...
por mim já não consigo...
pelo que sou já não me dá luta enfrentar quem quer que seja,
o que quer que seja...
não tenho coragem para ir à esquina sozinha quanto mais viver para mim...
a vida é demasiado preciosa para ser vivida só por mim,
gosto de a partilhar, de a sentir a toda a hora...
e as tristezas, os contratempos...vão-se atenuando numa vontade estupida de os esquecer,
depois um dia caem, e aí não há volta...lá estão vocês para me agarrar...
a vida não foi feita para mim, nem eu para ela...

Monday, June 19, 2006

do avesso?



estou de costas para o mundo,
de costas para mim,
vivo a vida do avesso...
nem a ti olho de frente...

Saturday, June 17, 2006

frente e verso


Com a calma escondo o nervosismo,
com a alegria escondo a tristeza,
com a paciência escondo a impaciência,
com a vitória escondo a derrota,
com o optimismo escondo o pessimismo,
com o que ganhei escondo o que perdi,
com o que conheço escondo o que nunca conheci,
com o sorriso escondo a lágrima,

só não escondo o impossível, o amor... o amor da minha sis e o teu, o teu amor que é impossível de esconder nos meus olhos...em mim toda...nem vos quero esconder...