Monday, April 10, 2006

olho-te!



Olho-te de mansinho
Fito o teu ar
o teu modo de andar
mas fico-me sempre pelo olhar
tenho medo
tenho medo de sentir
de sentirmos
tinha...
não tenho mais
sinto e digo
e grito alto
e és tu!
e olho-te...
e tenho-te!